Hábito: 6 dicas para implementar um na sua vida agora!

Tempo de leitura: 6 minutos

É impressionante como pode ser difícil implementar um novo hábito na nossa vida. Mesmo quando a gente sabe que é algo importante e que vai fazer muito bem pra nós. Neste post, você vai encontrar algumas dicas simples pra acabar de vez com este problema.

1- Tenha clareza de qual a real importância deste hábito para você

Se você está tentando fazer algo só porque dizem que é bom ou que é importante, pode desistir. Não vai dar certo. Antes de começar um novo hábito, pare por alguns minutos e reflita sobre qual a real importância dele para VOCÊ.

Por exemplo, uma pessoa que quer fazer academia pode estar cansada de ouvir falar que é importante pra saúde. Mas, no fundo, a importância real para aquela pessoa pode ser se sentir bonita porque ela arrumou um novo crush. 😉

Seja verdadeiro com você!

2- Comece devagar

Não vá com tudo. Construa este novo hábito gradativamente.

Quando você começa a fazer algo com o qual não está acostumado, a tendência é que este processo seja um tanto exigente. Querer sair do 0 e chegar no 10 de uma vez, costuma gerar muito estresse. 

E o problema é que, quando você se sente estressado, seu corpo produz uma substância chamada cortisol (conhecida como “hormônio do estresse”).  O cortisol provoca reações que não são nada legais. Ele vai fazer você se sentir mais mal humorado, vai drenar sua energia, vai te deixar cansado, entre outros efeitos colaterais bem inconvenientes. Ora, os bons hábitos servem para aumentar a nossa energia e o nosso bem estar. Não podemos nos sobrecarregar e deixar o cortisol fazer exatamente o trabalho contrário.

Então, mais uma vez, pare uns minutinhos pra pensar antes de sair fazendo! Use sua cabeça a seu favor. Se pergunte o quão desconfortável e desafiador te soa este novo hábito da forma como você está planejando. Dê uma nota de 0 a 10 para o nível de desconforto que você sente só de se imaginar fazendo a tal coisa. Se for algo acima, de 8, volte algumas casinhas e comece menor, dê um primeiro passo menos estressante.

3 – Diminua a quantidade de energia de ativação necessária

Energia de ativação é a quantidade de energia necessária para começar a ação.

Shawn Achor, um importante estudioso de Psicologia Positiva da Universidade de Harvard, explica que a natureza da nossa mente tende a nos conduzir sempre pelo caminho da menor resistência. Somos o tempo inteiro levados a escolher ações que achamos fáceis, práticas e habituais. Por isso, é incrivelmente desafiador dominar a inércia que existe antes de começarmos algo com a qual não estamos acostumados.

Para diminuir este esforço inicial, você precisa facilitar a sua vida. Prepare o que puder um tempo antes (de preferência no dia anterior ou dias antes) do momento em que você pretende fazer a ação.

No caso da pessoa querendo ir à academia, a energia de ativação pode ter a ver com colocar o tênis e a roupa apropriada para malhar. Se o tênis estiver dentro do armário, dentro de uma caixa e a roupa em outro armário, a energia necessária só para se vestir e calçar pode fazer você desistir. Por outro lado, se você deixar estas coisas à vista e à mão, você diminuirá a quantidade de energia de ativação necessária e aumentará bastante a sua chance de ir de fato à academia.

4- Tome a decisão na noite anterior

Se você se permitir pensar sobre a possibilidade de fazer ou não o que está se propondo, na hora da ação, há grandes chances de você encontrar uma ótima desculpa para não fazer. Para resolver este problema, decida e se comprometa com você mesmo na noite anterior.

Aproveite a dica 3 e mate dois coelhos numa cajadada só. No momento em que for preparar o terreno para diminuir a quantidade de energia de ativação, diga para você mesmo que a decisão já está tomada. No dia seguinte, sim ou sim, você fará o que está se propondo a fazer.

Quando no outro dia, você começar a se boicotar, lembre-se de seu compromisso consigo.  Diga a si mesmo: “Parou. Isso não é uma questão. Eu farei o que tenho que fazer e isso já está decidido desde ontem”.

Se estes 4 passos ainda não forem suficientes para te colocar em movimento, recorra às dicas abaixo:

5- Comece pela coisa mais ridícula (de tão pequena)

Diminua ainda mais o tamanho do seu primeiro passo. Comece fazendo a coisa mais ínfima, de menor duração, mais simples, mais ridícula que você pode fazer na construção deste hábito.

No exemplo da academia, a pessoa pode passar alguns dias só calçando o tênis no horário e ficando em casa mesmo.

Depois de alguns dias, ela começa a ir até a academia e ficar por lá 15 minutos. Aos poucos, vai aumentando o tempo que permanece se exercitando e a frequência com que vai à academia. E assim por diante, até se tornar alguém que malha com a frequência, a duração e a intensidade que ela considera ideal!

hábito saudável

6- Comprometa-se publicamente

Para turbinar todas estas dicas, comprometa-se publicamente. Nós nem sempre conseguimos honrar nossa palavra com nós mesmos (e nem imaginamos como deveríamos!). Mas somos bem mais firmes quando se trata de não nos desmoralizarmos perante outras pessoas. A pressão social (que na verdade existe dentro de nós mesmos) funciona muito para acabar com nossos boicotes.

Em tempos de internet, se comprometer nas suas redes sociais é uma receita poderosíssima. Mas se você é mais low profile, basta contar para sua família e alguns amigos e se comprometer com eles. Também funciona muito bem!!

No vídeo abaixo, onde eu falo um pouco mais sobre este assunto, eu me comprometi com as pessoas a implementar um hábito específico e lancei um desafio para quem quisesse me acompanhar! Eu segui as minhas próprias dicas (estas que dei aí em cima mesmo!) e foi impressionante o resultado que deu! Eu nunca me senti tão motivada e nunca tive tanto prazer em fazer algo que antes era realmente difícil pra mim. Assiste pra saber melhor do que eu estou falando… rs

E pra te inspirar ainda mais, agora que você já sabe que, com alguns passos simples, dá sim para fazer o que sabe que deve fazer, te conto os 5 hábitos que mais transformaram a minha vida!

E você? Está esperando o que para colocar em prática aquilo (você sabe bem o quê!) que precisa começar a fazer já?

Siga cada uma destas dicas e volte aqui pra me contar o resultado! Tenho certeza de que você vai se surpreender e eu vou só confirmar o quanto estas dicas são poderosas e funcionam!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *